AECambuí
Associação Empresarial de Cambuí






QUEM SOMOS | SERVIÇOS | ASSOCIADOS | PROFISSIONAL AUTÔNOMO | EMERGÊNCIA CAMBUÍ | CONTATO
Ligue para AECambui » (35) 3431-2772
» Revista "O Empresário"
» Banco de Currículo
» Últimas Notícias
» Comportamento.
» Comunicação
» Conselhos Úteis
» Consultas Boa Vista Serviço - SCPC
» Finanças ao seu alcance
» Jurisprudência
» Momento Empresarial
» Serviços Prestados - AECAMBUÍ
» Vida saudável
» Turismo
» Fotos da Cidade
» Fotos dos Cursos
» Memória Viva


VOLTAR
Comportamento.



Publicado em: 17/09/2021

Por que você tem medo de assumir riscos?

Você já reparou no comportamento das crianças? Faça esse exercício. Observe o quanto elas são curiosas, experimentam novos sabores e aventuras, descobrem algo novo todos os dias, caem e levantam com a mesma rapidez. Agora repare no comportamento das pessoas adultas e no seu próprio comportamento. No quanto temos medo de arriscar, no quanto nos privamos de experimentar novos sentimentos e no receio que sentimos do que não conhecemos.
Afinal, quando foi que deixamos nossas crianças curiosas de lado e nos tornamos adultos que têm medo de arriscar?
A verdade é que a sociedade atual, com todo o seu imediatismo e conservadorismo, nos aponta o caminho a seguir e nós, sem fazermos nenhum questionamento, seguimos.
Já parou para pensar no quanto você já arriscou algo na sua vida? Arriscou puxar conversa com aquela pessoa no bar, arriscou mandar currículo para uma vaga de emprego, arriscou viajar para um lugar desconhecido, arriscou mudar de profissão. Arriscar, dando certo ou não, deve fazer parte da nossa vida.
Não estou dizendo que a preocupação e a cautela são prejudiciais, mas em alguns momentos da nossa trajetória, é fundamental sair da nossa zona de conforto e arriscar, caso o contrário:

- Não alcançamos crescimento profissional;
- Nos sentimos improdutivos;
- Nos tornamos inseguros;
- Ficamos estagnados;
- Vivemos nossa trajetória no “piloto automático”;
- Nos privamos de sentimentos positivos;
- Nosso tédio e estresse aumentam;
- O medo e a angústia se tornam dolorosos;
- Adquirimos um sentimento de incapacidade;
- Não testamos nossos limites.

Em contrapartida, como saber qual é o melhor momento para arriscar algo?
Não tenho dúvidas, em algum momento da sua vida você sentiu que não estava no emprego certo, que determinada amizade não estava te fazendo bem, dentre tantas outras situações.
Então respondendo à pergunta a cima, quando você sente esse incomodo, está constantemente fazendo questionamentos e acredita que precisa tentar algo novo, esse é o momento para arriscar.

Dicas para começar a se arriscar
Arriscar não quer dizer que você precisa jogar tudo para o alto e começar do zero. Quer dizer que você pode começar hoje, a dar pequenos passos rumo a uma mudança na sua vida, seja ela qual for. Saiba mais:

- A primeira coisa é parar de procrastinar. Seja pelo motivo que for, saia agora do seu comodismo e comece a agir;
- Falar uma segunda língua, cozinhar, tocar um instrumento, começar um esporte, abra seus horizontes aprendendo algo novo;
- Pare de responsabilizar os outros pelos seus planos que não deram certo ou por coisas que aconteceram com você;
- Adote novos hábitos, como ir ao cinema sozinho, ler outros gêneros de livros, cozinhar para alguém;
- Escute histórias de pessoas a sua volta e assim, veja o mundo sob uma nova ótica;
- Identifique suas habilidades e competências e avalie aquelas que você precisa aprimorar ou adquirir;
- Aplique a sua experiência de outras situações, nas suas ações futuras. Acredite, você possui um potencial incrível;
- Tome consciência dos seus pensamentos, comportamentos, medos, anseios, expectativas e limitações;
- Ao pensar em arriscar sobre algo, não mentalize aquilo que pode dar errado. Busque focar em tudo de positivo que pode acontecer com você se esse passo for dado;
- Entenda que você, tanto para algo positivo ou negativo, não possui garantia de nada. Nesse sentido, você só vai saber o resultado sobre algo, se ousar fazer diferente;
- Desenvolva a sua motivação e confiança para continuar, independentemente do que você vai encontrar;
- Assuma pequenos riscos, faça um intercâmbio, vá a um novo lugar, converse com pessoas que você não conhece;
- Saiba que você, em algum momento, vai errar. Ao ter isso em mente, você se torna capaz de contornar situações adversas;
- Tome consciência que certos riscos podem impactar a sua vida e a relação que você tem com pessoas a sua volta;
- Não se deixe levar pela pressão de não arriscar por parte de familiares, amigos e colegas de trabalho;
- Faça mudanças, mesmo que pequenas, desde o seu visual e vestuário até na disposição dos móveis da sua casa.

Arriscar em determinados momentos é fundamental para que você viva diferentes experiências, instigue a sua imaginação, se depare com novas oportunidades, adquira uma boa bagagem emocional e esteja sempre motivado.

Por: José R. Marques


notícias da mídia Notícias pesquisadas em jornais e sites.

AECambuí - Associação Empresarial de Cambuí
Agência WebSide